sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Na Garagem - Ana Alice Gallo

Acorda que o sol te cega

Te nega o direito

De ser metade

Descobre que o corpo entrega

O que a alma jura

Não ter vontade

Aguça o ouvir do peito

Que o sentir garante

Não ter vantagem

Embarca sem itinerário

Que a dor morreu

Estacionada na garagem.


Ana Alice Gallo nasceu em Ribeirão Preto, vive em São Paulo e canhota, além de escrever poeminhas bacanas, é baterista e jornalista. Evita o estresse com doses de zen drugs e toca nas bandas Milhouse e Liga das Senhoras Católicas. Leia mais textos dela no brog Credencial Tosca.


=> Quer ter suas poesias publicadas no Clube? Mande e-mail para clube.ideias@gmail.com

4 comentários:

Bárbara disse...

Sério, Ana! Adorei descobrir essa poetiza que vive dentro de ti! Parabéns!

Fred Di Giacomo disse...

As poesias da Ana estão conquistando fãs! :-)

Anônimo disse...

Pena que as pessoas pensam demais para deixar comentários no blog e acabam preferindo o silêncio...

Filhas da Pagu disse...

Parabéns!!! Lindo e verdadeiro.
Esse blog está cada vez mais surpreendente...